Arquivo de Notícias

No ProEESA, DAE compartilha experiências de perdas e eficiência energética

Os servidores Osmar Aparecido Raphael e Fernanda Calheiros, da Gerência de Controle de Perdas, Leandro Ferro, da Gerência de Eletromecânica e Operações, e o diretor superintendente Técnico Administrativo da DAE, Eduardo Pereira, participaram, na última semana, do encerramento do Projeto de Redução de Perdas e Eficiência Energética no Abastecimento de Água (ProEESA), organizado pela Agência Reguladora Ares-PCJ.

A DAE foi uma das dez empresas selecionadas para integrar o programa e sediou um dos encontros do projeto. “O mais importante foi a troca de experiência e de conhecimento. Todas as concessionárias de saneamento participantes enfrentam as mesmas situações e podem, juntas, ajudar a encontrar soluções”, avalia Fernanda, chefe da Seção de Controle de Perdas.

O projeto teve início em julho de 2018. Agora no mês de abril, teve seu encerramento com o Plano de Gestão de Perdas de Água e Eficiência Energética, desenvolvido pela equipe da DAE. “Fizemos uma atualização do Plano Diretor de Perdas, incluindo a questão energética. O plano será avaliado pela comissão do ProEESA e temos o compromisso de colocar em prática”, conta Osmar.

O ProEESA é realizado pelos governos do Brasil e da Alemanha, por meio da Secretaria Nacional de Saneamento do Ministério do Desenvolvimento Regional (antigo Ministério das Cidades) e da Agência Alemã de Cooperação Internacional (GIZ), cujos representantes estiveram na DAE Jundiaí.

Referência

O comprometimento da DAE nas áreas de perdas e eficiência energética foi relevante no processo de seleção. Em controle de perdas, a empresa contabiliza cerca de 32% de perdas totais e trabalha com a setorização e instalação de macromedidores pela cidade.

Já no setor elétrico, a DAE é reconhecida pela redução na emissão de gás carbônico, ação possível graças à compra de energia de fontes incentivadas, por meio do sistema de “mercado livre”. A empresa também desenvolve ações para melhoria da eficiência energética e operacional de suas unidades, iniciativas que agora integram o plano elaborado.

Para Leandro Ferro, pensar em perdas de água e eficiência energética de modo conjunto é um ganho. “A eficiência energética depende de vários setores da DAE, desde a engenharia nos projetos até a manutenção e operação das unidades e redes. Tudo influencia no consumo de energia”, avalia.

Publicada em 08/04/2019



Rodovia Vereador Geraldo Dias, 1500
Vila Hortolândia - Jundiaí - SP ver no mapa
Telefone: (11) 4589-1300
Prefeitura de Jundiaí Site Amigo do Surdo
DAE Jundiaí | Desenvolvido por CIJUN