Parque da Cidade

*O Parque da Cidade funciona de segunda a sexta-feira, das 7 às 16 horas, e aos finais de semana e feriados das 7 às 18 horas. Neste momento, em função das medidas relacionadas ao Coronavírus, as práticas de atividades individuais, como caminhadas, ciclismo e aeromodelismo, estão liberadas, porém, as atrações de uso coletivo, como as quadras e aparelhos de ginástica, permanecem interditadas. O uso de máscara facial é obrigatório durante todo o tempo de permanência no local e os bebedouros não estão funcionando – por isso, é bom levar uma garrafinha de água.


HISTÓRIA

O Parque da Cidade, desenvolvido e construído pela DAE S.A. – Água e Esgoto, empresa responsável por sua manutenção, foi inaugurado oficialmente no dia 21 de abril de 2004, e tornou-se um dos cartões postais de Jundiaí. É uma das atrações preferidas da população da cidade e região para aproveitar os finais de semana e feriados.

Em média, o Parque da Cidade recebe 500 pessoas durante a semana. Aos finais de semana e feriados este número aumenta para aproximadamente 5 mil.

O espaço de 500 mil metros conta com atrações para toda a família e surpreende por suas belezas naturais. Mas mais do que oferecer lazer e qualidade de vida à população, foi construído para evitar a ocupação irregular no entorno da represa que abastece o município de Jundiaí.

Confira o site do Parque da Cidade.

ONDE FICA

Rodovia João Cereser, km 66, Pinheirinho, Jundiaí
Telefone: (11) 4522-0499
E-mail: adm.parquedacidade@daejundiai.com.br
Facebook: facebook.com/parquedacidadejundiaioficial
Transporte público: Linha 578 (Terminal Hortolândia – Jundiaí-Mirim)
Estacionamento: 500 vagas

IMPRENSA

As solicitações de entrevistas, fotos e gravações jornalísticas relacionadas ao Parque da Cidade devem ser enviadas, com antecedência, à Assessoria de Comunicação da DAE S.A., pelo e-mail comunicacao@daejundiai.com.br.

Para utilizar o Parque da Cidade como cenário de qualquer produção de material vídeo-foto-cinematográfico, com finalidade técnico-científica, cultural, educacional e comercial, também é necessário solicitar autorização à Assessoria de Comunicação da DAE, por escrito.